Krąg
 
Visitas guiadas em Cracóvia.


O que é preciso ver em Cracóvia:
  1. O Monte Wawel:
    • A Catedral – o Panteão da Polónia, é necessário ver o mausoléu do Santo Estanislau, o patrono da Polónia, a capela do Segismundo- a pérola renascentista, nas criptas e capelas os túmulos dos reis e heróis nacionais, a torre com o maior cino da Polonia ”Segismundo”.
    • O Castelo Real - no estilo florentino renascentista com as duas exposições a escolher: ”Apartamentos Privados” e “Apartamentos Representativos” com as esplêndidas tapeçarias de Bruselas de seculo XVI, uma das maiores colecções no mundo.
    No Monte Wawel pode-se visitar também:
    • O Tesouro Real e a Armeiro - a única parte da antiga colecção real
    • O Arte Oriental – o arte turco e chinês, os troféus das guerras polaco-turcas.
    • O Wawel Perdido - os restos arqueólogicos que mostram a história do Monte Wawel.
    • O Museu da Catedral – a exposição do Tesouro da Catedral, os objectos do arte sacro e também as lembranças relacionadas com o Papa Juão Paulo II.
    Duração: Para visitar o Monte Wawel com a entrada na Catedral e o Castelo Real tarda-se a volta de 2,5 h.
  2. A Cidade Antiga de Cracóvia
    O passeio no histórico coração de Cracóvia, ao longo do Caminho Real, as belas ruas medievais e renascentistas; Praça Principal do Mercado, a Câmara Municipal, o Palacio dos Bispos, a Basílica de São Francisco com os magníficos vitrais de Stanisław Wyspiański do estilo do Arte Novo, Collegium Maius – o mais antigo edifício da Universidade Jagellónica, o conjunto medieval das muralhas com o Barbacã, a entrada na Basílica da Santa Maria onde pode-se admirar o retabulo do século XVI do artista Veit Stoss.

    Durante o passeio pode-se entrar num dos varios museus, por exemplo: o Museu Czartoryski onde no colecção da pintura europea há o quadro do Leonardo da Vinci “A Dama com o Arminho”( a visita no Museu demora a volta de 45 min).

    Duração: A Cidade Antiga com a entrada na Basílica da Santa Maria – 3 h.. A Cidade Antiga e o Monte Wawel sem as entradas 2.5 h.
  3. O Bairro Judeu de Kazimierz e os sitios relacionados com o filme „A Lista de Schindler” de Stephen Spielberg.
    O passeio pelo bairro, a entrada na Sinagoga Remuh e o cemitério. É possível visitar a Sinagoga Antiga – hoje o Museu Judeu com a exposição sobre a religião, costumes e festas judias. Logo continua a visita do antigo gueto e o museu “A Farmacia baixo a Águia” , a fábrica do Oskar Schindler e (por carro ou autocarro) se va ao Campo de Concentração Płaszów.
    Duração: A visita no Bairro Judeu com as entradas nas sinagogas: 2.5-3 h. A visita no Bairro Judeu, o gueto, a fábrica do Oskar Schindlere o campo Płaszów: 4-5 h.
  4. O bairro de Nowa Huta
    Um grão complexo industrial com uma fábrica siderúrgica, o símbolo da cinza realidade do comunismo mais também um dos centros da resistência do Sindicato de Solidaridade no tempo do comunismo. A visita da Igreja a Arca do Senhor, a Avenida de Rosas, a Praça Central, a abadia cisterciense e o Centro Administrativo da Siderurgia.

    Duração: à volta de 3-4 h.
  5. O Santuario da Misericordia Divina em Łagiewniki.
    A capital do culto da Misericordia Divina, o lugar visitado pelo papa Juão Paulo II. É onde está uma das famosas imagens do Jesucristo Misericordioso e as relíquias da Irmã Faustina. Há posibilidade de asistir aos oficíos.
A Monte Wawel, a Cidade Antiga de Cracóvia e o bairro judeu visita-se a pé, para outros itnerários precisa-se o transporte. É possível também utilizar o transporte público (à excepção de Nowa Huta, pelas distâncias largas dos lugares).

Os serviços do guia acompanhate e intérprete.


Se Vocês querem visitar outros sitios perto de Cracóvia, aproveitem os nossos serviços como seu acompanhate e intérprete. Nossos comentarios sobre a Polónia, sua história, religião, património, geografia, situação política e seus costumes enriqueceram sua visita.

Recomendamos-lhes a visitar:
  1. A Mina de Sal em Wieliczka.
    A mina está na lista do património da UNESCO. O itinerário turístico tem à volta de 3 km, e fica na profundidade entre 64 até 135 km baixo a terra. Isso é só 1% de 300 km das galerias subterrâneas nesta mina. Vocês podem ver os lagos, as cámaras subterrâneas, as belas escuplturas e os candeeiros do sal gema. A visita inolvidável e única! Durante a visita respirem fundo porque o ar da mina é bem e cura as doenças pulmonares e outras.

    Duração: A visita na mina dememora 2,5 h + ida e volta se precisa 4 h.
  2. Auschwitz – Birkenau – (a 1,5 hora de Cracovia)
    A visita do campo de concentração e extermínio massivo, creado pelos Nazis em 1940 e no inicio destinado aos prisioneiros políticos polacos, depois também os soldados siviéticos e os ciganos. A partir 1942 se mudou ao campo de exterminio dos judeus da toda Europa.
    Aviso: Visita desaconselhada às crianzas menores de 13 anos).

    Duração: A visita demora 3 h, se visita o campo Auschwitz I e o campo Auschwitz II-Birkenau (à distancia de 3 km). No campo Auschwitz II- Birkenau se visita só os barracções de madeira da quarentena e a torre das guardas. A visita mais detalhada nos campos demora todo o dia.
  3. Wadowice
    A cidade natal do papa Juão Paulo II, onde ele passou a sua infancia. A visita no museu – a sua casa e entrada na basílica onde foi batizado.
  4. Kalwaria Zebrzydowska
    Um do mais bonitos lugares de peregrinação na Polónia, chamado “ Jerusalém Polaco”. É o santuario da Paixão do Jesucristo e santuario da Virgem Maria reconhecido pela UNESCO, visitado muita vezes pelo papa Juão Paulo II, e famoso pela imagem milagrosa da Virgem de Kalwaria e os espectaculares Misterios da Paixão do Jesucristo no tempo da Semana Santa.
    Duração: Em geral visita-se Wadowice e Kalwaria juntos, a visita demora à volta de 4,5 h.
  5. Zakopane
    A cidade no coração das Tatras polacas- as montanhas mais altas neste pais, o centro do turismo e os desportes de inverno. Vale a pena ver a capela de madeira de Jaszczurówka no estilo local, subir o monte Gubałówka para ver o panorama das montanhas, conhecer o aresanato no mercado local. Os montanhêses tem a cozinha regional excelente e são conhecidos pela sua hospitalidade e sentido do humor. No caminho também passa-se uma aldeia Chochołów com as casa só de madeira.
    Duração: Um dia.
  6. O recorrido pelas balsas pelo rio Dunajec.
    É uma excurção inolvidável. Passeio pelas balsas admirando a beleza das Montanhas de Pieniny e escultando as historias dos montanhêses que dirigem seguro este tipo dos barcos. No caminho se pode visitar uma jóia da arquitectura de madeira – a igreja do San Miguel Anjo em Dębno e o castelo de Niedzica.
    Duração: Um dia. O recorrido pelas balsas demora 2,5-3 h.
  7. O castelo renascentista de Pieskowa Skała e a Ruta dos Ninhos das Águias, Ogrodzieniec.
    A 40 minutos de Cracóvia no Parque Nacional de Ojców espera-lhes o castelo renascentista Pieskowa Skała. Hoje é o museu com a exposição da pintura, moveis e arte desde a Idade Média até o século XIX. Perto do castelo há Maça do Hérculo- uma conhecida roca calcária, o resultado da erosão. No terreno da meseta Cracóvia-Częstochowa pode-se ver muitas ruinas dos castelos defensivos, como o castelo de Ogrodzieniec, situados nos montes rochosos e calcários, chamados os Ninhos das Águias.
    Duração: à volta de 5 h.
  8. O santuario da Virgem Negra de Częstochowa.
    Este é o santuario fortificado que atrae miles dos pelegrinos para ver o milagroso icono daVirgem Negra. A beleza deste conjunto e a sua riqueza e como o ambiente deixam grão imressão sobre os visitantes.
    Duração: Um dia
Na Mina de Sal de Wieliczka, no campo de concentração Auschwitz-Birkenau e no mosteiro de Jasna Góra é possível reservar o guia da sua lingua, se não fosse possível nos podemos ser os seus intérpretes e prover mais informações sobre a Polónia.